GESTÃO DE PROJETOS


segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Quero ser Gerente de Projetos !

A carreira em GP deve ser parte de uma estratégia de vida. Iniciar a carreira de GP como qualquer outra envolve determinação. O início sempre é duro.
O mais importante é que o profissional de GP saiba quais as atribuições de um gerente de projetos e precisa gostar de ser GP. Entender claramente a missão, as responsabilidades, as habilidades e competências que nos dias de hoje são exigidas deste profissional é muito importante. E por final, identificar quais são os benefícios que uma carreira bem estruturada com a de um Gestor de Projetos pode trazer.
Segundo o professor de GP Marcos Pires para obter sucesso deve haver o encontro entre a preparação e a oportunidade.
Preparação :
Preparação é ter a formação, conhecimento, habilidades e competências. Preparação envolve buscar competências através da experiência ou dentro da sala de aula.

(1) Fazer cursos de extensão :
Cursos de rápida duração, como de extensão também são uma ótima opção em busca das competências necessárias. É possível encontrar instituições conceituadas como a UFRN que disponibilizam cursos rápidos da área entre 3 e 6 meses de duração. O curso que leciono tem 60 horas e dura dois meses.

(2) Fazer especialização Latu Sensu (MBA):
Talvez o mais indicado para quem deseja entrar fortemente em gerenciamento de projetos seria realizar um curso de MBA em gerenciamento de projetos, que é sem dúvida um grande passo para aqueles que querem se consolidar como especialistas na profissão,
Estes cursos conseguem aliar uma boa abordagem teórica sobre as melhores práticas, técnicas, processos e ferramentas de gerenciamento como também trazer o lado prático, viabilizando a aplicação de todos estes conceitos em situações próximas da realidade.Um grande ponto positivo (e as vezes o mais importante) nos cursos de MBAs é o relacionamento (networking) desenvolvido entre aluno, palestrantes s e professores. Outro aspecto importante é convivência de alunos com objetivos comuns, que ajudam a criar um ambiente de aprendizagem, troca de experiências e até mesmo oportunidades profissionais.

(3) Ler e utilizar o Guia PMBOK:
O profissional de GP precisa também do conhecimento amplo do PMBOK, como também de demais publicações existentes no mercado, além de estar atualizado sobre o mundo de gerenciamento de projetos.

(4) Fazer a Certificação CAPM (Certified Associate in Project Management) e ou a PMP (Project Management Professional) e
A certificação PMP é muito importante e carimba seu passaporte para o mundo de gerente de projetos profissionais. A publicação mensal da revista PM Today do mês de Março do PMI (Project Management Institute) foca o crescimento de certificações obtidas no país no último no ano de 2008 que já soma mais de 7000 PMPs. A matéria também reforça o aumento do número de profissionais certificados como CAPM (Certified Associate in Project Management), credencial voltada para profissionais que tem por objetivo conhecer os fundamentos do gerenciamento de projetos. Esta certificação (mais simples que o PMP) também tem como referencia base o livro PMBOK.

(4) Mestrado Stritu Sensu em Administração ou em Engenharia de Produção
Fazer um mestrado com foco em gerencia de projetos é uma realidade no Brasil. Boa parte dos mestrados em Administração de Empresas e Engenharia de Produção espalhados pelo Brasil permitem que o aluno faça uma dissertação com foco em gerencia de projetos. Temas como risco, escritório de projetos e portólio de projetos estão em evidencia e servem como temas para dissertações de mestrado.
Oportunidade :
As oportunidades só podem ser aproveitadas se o profissional estiver preparado. Mas mesmo estando preparado, nem sempre as oportunidades batem na porta principalmente em momentos de crise. E é nesta hora que o profissional precisa (além da preparação) ter habilidades e networking.
Talvez a dica mais simples para um profissional que deseja iniciar sua carreira em gestão de projetos e não consegue esta oportunidade em sua organização é olhar fora da caixa e trocar de função , setor ou mesmo de emprego.
Partindo do ponto que projeto é qualquer atividade não rotineira com objetivo e tempo para acabar, projetos nos cercam a todo momento. Lembro que em uma certa época dizer que estava trabalhando em vários projetos era o máximo. Estar atento as oportunidades de projetos, tem bons relacionamentos, saber trabalhar o marketing pessoal e estar disposto a assumir os riscos são habilidades que um profissional precisa ter (ou desenvolver) para que possa conquistar as oportunidades.
(1)Participar de Projetos de Pequeno Porte

Se candidatar para assumir projetos de pequeno porte pode ser uma alternativa interessante. Este é um caminho para se ganhar visibilidade, tornar-se referencia e consolidar-se como um GP.
(2) Participar de Grandes Programas

Como gerente de projetos junior em grandes programas como no caso de implantação de grandes ERPs. Estes projetos demandam diversos gerentes de projetos que atuam debaixo de um gerente de programas senior.

4 comentários:

  1. Onde encontro informações sobre o curso de 60 horas que o senhor leciona?

    ResponderExcluir
  2. Este curso é de extensão e dado pela UFRN.

    ResponderExcluir
  3. Estou fazendo Sistemas de Informação 3ºAno, e começei fazer Administração EAD tambem, será que com essas formações consigo me preparar um pouco para ser um gestor ou gerente de progetos.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir